Carnaval 2023

17/Feb - 25/Feb

Estácio de Sá

Biografia

  • Presidente: Leziário Nascimento
  • Reina de Bateria: Jaqueline Maia
  • Carnavalesco: Mauro Leite e Wagner Gonçalves

LIESA no ha divulgado las informaciones del Carnaval 2022

Pero no se desespere... abajo usted puede comprobar lo que rodó el año pasado.

Información del Carnaval 2022

Grupo Grupo de Acceso
Día de desfile 26/febrero
Hora del desfile 00:01

Tema - Enredo

Cobra Coral, Papagaio-vintém. #VESTIRUBRONEGRO não tem pra ninguém

Sinopsis

No ano de 1995 o G.R.E.S. Estácio de Sá cantou o centenário do Flamengo. As duas maiores paixões do carioca – o futebol e o carnaval – se uniram de tal forma que é impossível saber o que é samba de enredo e o que é grito de torcida. Dessa parceria surgiu uma canção definitiva para a torcida do Flamengo e uns dos carnavais mais emblemáticos da escola. Para o próximo carnaval, a Estácio de Sá fará uma releitura do desfile de 1995. O “Uma vez Flamengo” passa a ser “Cobra coral, papagaio vintém… #vestirubronegro não tem pra ninguém”. A História do Rubro-Negro será novamente abraçada pelo Berço do Samba. PRÉ JOGO Lembranças antigas se misturam às atuais enquanto a torcida desenha um mosaico onírico nesta ofegante e emocionada partida de futebol. O tempo e o espaço caminharão no compasso da bola, neste jogo que é narrado pelo mais importante jogador do Flamengo: O número 12. Este jovem de 25 anos leva a bandeira Rubro Negra sobre os ombros e o Leão no peito. Enquanto sua mãe costurava a roupa de mais uma baiana o tecido vermelho-e-preto cobria-lhe a barriga. O mesmo tecido que protegia o ventre e escrevia o carnaval, atravessou-lhe o coração, na pista. É filho desta mulher que bordava, no Morro, aquilo que pro asfalto ainda não era nem sonho. É um homem que sabe que para quem nasce no Zinco e no Terreiro Grande não cabe outra glória senão lutar. É ele quem recorda do povo descendo o Escadão para celebrar a conquista da América. Neste Jogo da Memória há espaço, inclusive, para os craques da Favela da Praia do Pinto, que, assim como ele, perderam tudo, menos o direito de sonhar. APITA O ÁRRRBITRO Nesta noite reluzente, um show de estrelas. A baiana entoa a velha cantiga de Seu Sete da Lira e abre os caminhos deste palco que mescla o sagrado e o profano: “Exu é Flamengo e eu também sou”. Nesta pátria sem ateus não há distinção de santo: Vai de São Judas Tadeu ao manto vermelho e preto do Dono da Encruzilhada e une o Urubu-Malandro à Maria – que é Molambo… Haja Coração! Num passe de mágica, a poesia enfeitada de luar: Adílio toca para Domingos da Guia…. Zico… Fio Maravilha… Everton Ribeiro-Zizinho -acompanha-de-perto-Júnior-toca-para-Castillo-Gabigol fintou o primeiro, avançou pra pequena área… UM LANÇAMENTO NO COSTADO DA ZAGA-OLHAOQUEELEFEZ-OLHA-O-QUE-ELE-FEZ, Gabriel Barbosa, GabiGooooooooool é o nome da emoção! Foi um gol de anjo um verdadeiro gol de placa. Apite comigo, galera! SHOW DO INTERVALO Fique na nossa, fique na Estácio! Notem! É o jogador número 12 do Flamengo está no meio do campo. É ele quem finaliza na grande área das oficinas e das fábricas e quem comanda a equipe através do radinho a pilha. Herói que chacoalha pelos trens, que xinga e berra nas mesas dos botecos. Seu coração é o tambor que emociona a galera! Neste carnaval da esperança, um pinho chora acordes e diz que é tempo de sonhar e recordar. É o passado de presente. A saudade apertou… E o campeão voltou. Confira comigo no VAR. Corre o tempo no olhar da Gazela Negra. Fazendo sol, queimando ou chovendo, está viva ali uma Raça: A Raça Brasileira. Rola a bola pro 2º Tempo Seis jovens remadores saíram das suas regatas e adentraram o campo. O roupeiro leva aos campeões de terra e mar um novo manto: A memória ocupa o centro da camisa e as mangas e divide o espaço com o escudo. O Time do Povo inunda novamente a alma do morro. O delírio estaciano transforma a Marquês de Sapucaí numa enorme geral, entre churrasquinhos de gato e biscoitos de isopor, mengo-tengo, vapo-vapos, Uh! Tererês, Dá-lhe dá-lhe, dá-lhe-ôs, pandeiros e cavacos: Isso aqui é Flamengo! Ao fim da partida mais uma medalha de ouro. No futebol, nas regatas e no atletismo é campeão o seu destino. ERRRRRRGUE O BRAÇO (E A TAÇA!) Este enredo não é apenas sobre um personagem, uma torcida ou um time. Está em oto patamá: É o clamor da massa transformado em procissão de samba. É sobre uma Nação que não se contenta com saída pro mar. Quer ter um oceano de gente em vermelho-e-preto margeando a sua costa. É rubro o sangue. É negra a pele. Rubro negro é o estandarte de resistência que rasga a multidão e anuncia o Bloco do Eu Sozinho: O cheirinho inescapável de um buquê de poesia que a brisa espalhou no ar. Na Concentração, o menino-rapaz-homem e sua nêga chamada Teresa, após haverem descido o São Carlos encontraram um parça que desceu o Morro do Corcovado. Cansado estava de permanecer de braços estendidos à cidade. É assim que preferem acreditar na santidade do domingo – Dia em que o pai do Redentor, depois de haver a Terra criado, não descansou: Vestiu Rubro-Negro. E quando Ele – que é carioca, flamenguista e estaciano – veste Rubro-Negro, não tem pra ninguém. São eles os moleques do Morro que vão conduzir a massa, para garantir que, sim, hoje tem Festa na Favela.”

Letra de la Samba Enredo

O céu rasgou


Na noite que reluzia


Um show de estrelas


Brilhou nos olhos


De um novo dia


A poesia


Enfeitada de luar


Encantou o Estácio (ó paixão)


Paixão que arde sem parar


É mengo tengo


No meu quengo é só Flamengo


Uh! Tererê


Sou Flamengo até morrer


Seis jovens remadores


Fundam o grupo de regatas


Campeão o seu destino (ô)


É ganhar em terra e mar


Fazendo sol


Pode queimar, pode chover


Vou ver Fla-Flu


Fla-Vas vou ver


Diamante negro, Fio Maravilha


Domingos da Guia, Zizinho, Pavão


Gazela negra


Corre o tempo no olhar


Será que você lembra


Como eu lembro o mundial


Que o Zico foi buscar


Só amor


Na alegria e na dor (ô ô)


Parabéns dessa galera


Campeã da nova era


Cobra coral


Papagaio vintém


Vesti rubro-negro


Não tem pra ninguém

Leer más

Hable con nuestros asesores

Registrese y acceda

Recibir ofertas de billetes, paquetes de hotel, consejos y más para disfrutar del Carnaval de Río.

Logo Cadastur Logo ABAV Logo IATA Logo Embratur Logo Embratur