Carnaval 2023

17/Feb - 25/Feb

Unidos do Porto da Pedra

Biografia

  • Presidente: Godzilla
  • Reina de Bateria: Kamila Reis
  • Carnavalesco: Annik Salmon

LIESA no ha divulgado las informaciones del Carnaval 2022

Pero no se desespere... abajo usted puede comprobar lo que rodó el año pasado.

Información del Carnaval 2022

Grupo Grupo de Acceso
Día de desfile 25/febrero
Hora del desfile 00:45

Tema - Enredo

O Caçador que traz Alegrias

Sinopsis

“assim aconteceu o encantamento” Em frente àquela casa, relembrando um passado não distante, vi uma menina arredia e reservada. Era noite de Natal, luzes acesas, a mesa arrumada com frutas da época colhidas no quintal. Duas mulheres conversavam sobre aquela menina de cabeça baixa. Ganhou da matriarca uma fruta, não conseguia enxergá-la, a distância não permitia, mas o perfume agradável bailou pelo ar. Era uma maçã tirada do “pé do santo”. Isso tudo aconteceu nos arredores de São Gonçalo do Retiro. A imagem ficava cada vez mais nítida em meus olhos, percebi fitas vermelhas e brancas que encantavam não só meu olhar, mas da menina, que olhava em silêncio, sem perceber que ali, num futuro presente, seria sua futura morada. Ainda com a fruta na mão, a menina levantou seu pequeno rosto, revelando um olhar atento, cruzando com os olhares carinhosos da matriarca. Uma questão de destino traçado no céu, no infinito, preciso como a minha flecha de caçador. “o caçador que chegou com a alegria” Seu destino já havia sido traçado. Xangô escolheu, Oxalá abençoou, Oxum cuidou da menina no dia do seu renascimento, e Oxóssi, certeiro, lhe transformou em rainha. Criança, Iaô, adulta, Iá, a partir de seu renascimento, vida e sagrado tornaram-se uma única pessoa. O caçador trouxe alegria para os moradores da roça de São Gonçalo, Iá proporcionou felicidade e prosperidade. Iá tornou-se uma mulher detentora da magia encantadora, tão poderosa quantos os mistérios da vida. Destemida, atravessou o tempo como a flecha de Odé, criou um laço tão intenso de fraternidade, com seu olhar carinhoso aos seus semelhantes. Aprendeu com Odé uma nova forma de viver, seu arco e sua flecha significavam o ato criador em busca da perfeição. Assim como seu eledá, o dono de sua vida, tornou-se uma grande líder. “meu tempo é agora” O Tigre de São Gonçalo olha para aquela roça, as fitas de papel vermelhas e brancas, ainda balançam no ar, os “pés de santo”, continuam a dar seus frutos, alimentando todo o grupo. Passado e presente se encontraram. Tentar decifrar os mistérios do tempo é mergulhar no que se viveu, o tempo é sagrado, tempo é Orixá, o tempo é como uma flecha que percorre os mundos e retorna ao presente. Hoje, vejo aquela pequena menina, em seus olhos marejados de saudade. Vejo agora aquela mulher, cuidando da saúde, da alimentação de crianças; muitas vezes, ela foi mãe sem saber. Mãe, protetora e zeladora. Odé mostrou-lhe o caminho, ensinou-lhe a lutar com as contradições. Hoje, esta mulher transformou-se em símbolo de luta pela tradição da fé. Sinônimo de resistência contra a discriminação de negros, pobres, mulheres e, principalmente, pela valorização do ser humano. Para isto, precisou voar tão alto quanto a flecha do seu Orixá, conheceu outros mundos. No retorno, trouxe a prosperidade, fazendo pelo seu povo aquilo que fez pelos Orixás. “o que não se escreve o tempo apaga” Mulher negra, mãe, zeladora, Iá. Defensora da cultura negra e de nossas tradições, recebeu prêmios, homenagens, títulos de doutora, sentou-se em trono de reis e de academias, criou biblioteca e escola, viajou o mundo. Escreveu. Em seus livros, ensinamentos passados pelas histórias contadas pelas tias, dos dias e noites sentados aos pés dos mais velhos, escutando os mais novos, os mais sábios, das viagens que fez, das pessoas que conheceu. Odé sabe o que faz. Odé, com sua flecha, é a segurança de sua trajetória. Odé, o caçador de alegrias. Odé Kayodê traz a alegria, Odé Kayodê é Mãe Stella de Oxóssi.

Letra de la Samba Enredo

Hoje vai ter festa no orum


Mata virgem deixa serenar


Brilha uma estrela


Assenta o orixá


É o caçador seu eledá


Okê arô! Okê okê arô!


Menina vagueia ao som do tambor!


Okê arô! Okê okê arô!


Pisa na areia e bate o tambor!


Chefe da casa escolheu yaô (ê kaô)


Quem veste branco abençoa iyá (epa babá)


Protege a senhora do ouro


A lei é o grande tesouro


Seis pra defender


Seis para julgar


O santo dança… céu relampejou!


Não tem demanda! Não tem cativeiro


Meu filho, antes de nos darem cor


Já escutava a voz dos terreiros


Tem fita vermelha e branca


Alma na ponta da lança


Ensina nossas crianças: destino é lutar


Memórias o vento não pode levar


Escritas à luz do luar


Roda yabá… é ginga!


Canta pra firmar… curimba!


No toque do aguerê chamei o povo


Agogô mi ro lese, mãe stella motumbá!


Flecha certeira de odé eu quero ver segurar


Cabeça feita quando o tigre passar

Leer más

Hable con nuestros asesores

Registrese y acceda

Recibir ofertas de billetes, paquetes de hotel, consejos y más para disfrutar del Carnaval de Río.

Logo Cadastur Logo ABAV Logo IATA Logo Embratur Logo Embratur